RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Stray Ideals (Vicolo Inferno)

Stray Ideals (Vicolo Inferno)
(2016, Logic (il) Logic Records)
(5.0/6)

Depois de vos termos aqui trazido os Motorfingers, eis uma outra banda transalpina a procurar o seu caminho – os Vicolo Inferno. Apesar de navegarem no mesmo sentido estético – metal forte, contemporâneo, que tanto bebe no street metal californiano como no grunge de Seattle - a banda de Imola mostra-se em Stray Ideals, seu segundo trabalho de originais, todavia menos inspirada que os seus compatriotas. O quarteto apresenta um hibrido de rock e metal que até é interessante, embora o seu groove e riffs fortes, coesos e muito densos acabem quase sempre por se sobrepor às estruturas criadas e à musicalidade desenvolvida. Ainda assim, não deixa de ser curiosa a forma como em momentos a banda se aproxima de um country rock (Ambush e On Road’s Edge) ou como cria um momento soft como Two Matches, inclusive com recurso a um dueto com voz feminina numa base de guitarra acústica. Já Crosses Market é o tema onde a banda mais desenvolve a sua capacidade melódica. Os fãs das sonoridades mais modernas do heavy rock têm aqui uma boa e nova proposta para descobrir. Uns Vicolo Inferno que comprovam todo o dinamismo que a cena italiana começa a ter.

Tracklist:
1.      Grey Matter Brain
2.      Dirty Magazzeno
3.      Rude Soul
4.      Stray Ideals
5.      Two Matches
6.      Unnameables
7.      Ambush
8.      Heartwoofer
9.      On Road’s Edge
10.  Rough Hills
11.  Noise Of Silence
12.  Crosses Market
13.  Blood Mist

Line-up:
Igor Piattesi – vocais
Marco Campoli – guitarras
Wallace – baixo
Michele Gollini – bateria

Internet:
Facebook   
Myspace     

Edição: Logic (il) Logic Records    

Comentários